Entidades Parceiras

São Entidades Parceiras da Rede Académica das Ciências da Saúde da Lusofonia – RACS, sem a qualidade de associado, as entidades de distinta natureza e de diferentes setores da sociedade, nacionais de cada país ou comunidade de língua portuguesa, ou internacionais, que pretendam colaborar para a concretização dos fins e dos objetivos da RACS, nomeadamente:

  • Entidades da indústria e do comércio da área da saúde;
  • Empresas várias (de equipamentos e consumíveis clínicos);
  • Instituições prestadoras de cuidados de saúde (instituições hospitalares, clínicas, públicas ou privadas);
  • Instituições de Ensino Superior e Centros de Investigação fora do âmbito das ciências da saúde;
  • Associações Profissionais e Sindicais, Federações ou Confederações profissionais/sindicais, nacionais de países e comunidades de língua portuguesa ou internacionais;
  • Seguradoras;
  • Associações de doentes/utentes da saúde nacionais de países e comunidades de língua portuguesa ou internacionais;
  • Entidades coletivas ou individuais externas à lusofonia, entre outras;
  • Pessoas a título individual com interesse nas áreas de intervenção da RACS.

Regulamento das Entidades Parceiras (EP)

ANEXO I

ANEXO III

Formulário de Admissão para Entidades Parceiras (EP)

As entidades Parceiras podem colaborar no desenvolvimento de qualquer projeto, em situação de igualdade com os associados da RACS e beneficiam das vantagens que deles resultarem.